O ESPAÇO 'XADREZ LÚDICO', FOI SUBSTITUÍDO PELO 'NOSSOS MATERIAIS'.

RELATANDO UM POUCO DO MEU TRABALHO

Desde quando comecei a trabalhar com Xadrez, mudei bastante a forma como trabalho. No início focava muito em aspectos de conhecimentos de regras e a parte competitiva, hoje faço a conciliação entre o competitivo e o pedagógico.

Trabalhar com esse novo foco, tem proporcionado a meus alunos resultados dentro das aulas de Xadrez, assim como em outras aulas.

Para chegar nesse propósito, busco sempre novas ideias e alternativas de atividades ligadas ao Xadrez, em determinadas situações até mesmo acabei montando atividades para auxiliar no aprendizado dos meus alunos.

Algo que faz muito parte das minhas aulas é não interferir em partidas que os alunos estão realizando, quando vejo alguma necessidade de intervir procuro gravar ou fotografar alguma posição, para depois poder mostrar aos alunos alternativas de movimentos ou capturas que eles não perceberam, dessa maneira evito que o aluno que está jogando com ele, diga "você está ajudando ele, e não está me ajudando".

Minhas aulas são divididas em momentos de teoria, de prática e de correções (quando há necessidade), essa divisão me permite orientar os alunos.

A Teoria, como colocado acima se trata do momento da chamada, de explicação de algo que será trabalhado naquela aula e divisão das duplas para jogar (essa divisão de duplas pode ser feita pelos próprios alunos ou eu escolhendo quem joga com quem).

A Prática, é o momento em que os alunos estão em contato com o tabuleiro e peças ou então em uma atividade (exercício, jogos pré-enxadrísticos, etc.).

As Correções, pode acontecer durante a aula (prática dos alunos), ou ao término da aula, isso irá depender se a correção é algo necessário para todos os alunos ou somente para uma dupla, etc.

Meus alunos aprendem desde o básico até o avançado.